Quem sou eu?

Eu sou Inácio Prada.

Inácio Prada é poeta.

Inácio Prada é galego.

Inácio Prada é estudante de romanística.

A romanística não é latim e grego mas sim o estudo histórico-comparativo de todas as línguas românicas e as suas literaturas e sociedades medievais.

Isto faz-me medievalista.

Inácio Prada é louco pela pizza e o vodka.

Inácio Prada é super-fofinho.

Inácio Prada fala português europeu da Galiza.

A Galiza é o país de nascença da língua portuguesa (ou galego-portuguesa).

A Galiza acha-se administrativamente dentro do Reino de Espanha.

O português da Galiza está muito castelhanizado.

Inácio Prada, por tanto, não é galego por ser:

         6. [informal, depreciativo] Moço de fretes.

         7. [informal, depreciativo] Indivíduo que faz trabalho pesado e                      intenso.

         8. [informal, depreciativo] Homem grosseiro, malcriado ou rude.

         9. [Brasil, depreciativo] Português de baixa instrução.

         10. [Brasil, informal] Pessoa loura.

Inácio Prada é galego por fazer parte da Nação Galega.

O hino galego diz que a Galiza é a «Nação de Breogão».

A mãe cultural da Galiza era Rosália Castro de Murguia.

Como Inácio Prada:

         Rosália era poeta.

         Rosália era galega.

(o certo e que Rosália também não é uma influência grande para mim)

Inácio Prada vivirá aqui durante o ano académico 2014-2015:

2 reflexións sobre “Quem sou eu?”

  1. ”10. [Brasil, informal] Pessoa loura.” ahaha muito bom.

    Onde está o endereço do seu tumblr que antes estava aqui? Eu tinha, mas por algum motivo misterioso o Mozila tratou de apagar todos os meus favoritos… Que mau. :/
    De qualquer forma, é sempre bom ler seu blog. 😀

    1. mmh não me dera conta que desaparecera essa informação! Ainda bem acabei de actualizar a secção “Para me contactardes” em que aparece onde me achar na net.

Deixa unha resposta

O teu enderezo electrónico non se publicará Os campos obrigatorios están marcados con *

A antipoesia: nem morreu, nem se tornou vulgaridade.